Translate

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

O QUE O CÂNCER NÃO PODE DESTRUIR
O câncer é tão limitado...Não pode inutilizar o amor,Não pode obscurecer a esperança,Não pode corroer a fé,Não pode consumir a paz,Não pode destruir a confiança,Não pode matar a amizade,Não pode apagar as lembranças. Não pode silenciar a coragem,Não pode invadir a alma,Não pode reduzir a vida eterna,Não pode apagar o Espírito,Não pode diminuir o poder da ressurreição.Se essa doença invadiu a sua vida,não deixe que ela atinja o seu espírito. O seu corpo pode ser afligido severamentee poderá ter grandes lutas.Mas se você seguir confiando no amor de Deus,o seu espírito permanecerá forte.

2 comentários:

Paula disse...

Olá Inês! Obrigada pelo comentário no blog Interiores.
Como designer de interiores achei o ambiente Paris um tanto triste. Pouco condizente com a proposta do docinho "bem-velado" e todas as informalidades que possam existir na ocasião e no lugar.
Sou cientista social e tenho uma amiga que fez sua monografia sobre crianças com câncer, e ela se deparou com várias idéias do que é morte, e várias formas de se encarar a vinda precoce desta.
Penso que aos poucos nossa sociedade vai aceitando outras formas de levar um funeral e cerimônias do tipo. Se alguém é alegre a vida toda, quereria tanta tristeza em sua partida? Não tem como saber, mas a dúvida abre espaço pra cautela.

Muito interessante seu trabalho e seu blog. Abraços!

neila disse...

Olá Inês,
boa tarde.

Gostei muito da sua visita e o apoio ao blog.Existe um grupo de nome:grupodamama@yahoogrupos.com.br ao qual faço parte.Já tive dois tipos de câncer:mama e tireóide e graças a Deus os venci!Não é fácil, mas, com a ajuda da fé, da oração, da meditação, da simples aceitação do problema complexo em si, tudo pode terminar em vitória,como foi o meu caso.O que eu sei contribuo com o bloquinho, participando do grupo.O que mais afeta é o psiquico do paciente pelas dúvidas que lhes invadem, tais como:será que ainda vou viver?por quanto tempo?será que meu esposo ainda gosta de mim, mesmo sem mamas?Enfim, uma vastidão de interrogações nos invadem, e com certeza, só Deus e a ajuda de proficionais da sua área(quando podemos pagar),familiares,amigos,esposo/a, filha/o, com o apoio de todos é que conseguimos forças para a cirurgia e tratamentos.Bom, obrigada pela contribuição e foi um prazer enorme está aqui.
Beijos e parabens pelo seu rico trabalho.
Neila Costa